domingo, 31 de maio de 2009

ATITUDE



João era o tipo do cara que você gostaria de conhecer.
Ele estava sempre de bom humor e sempre tinha algo de positivo para dizer.
Quando alguém lhe perguntava como ele estava, a resposta seria algo:
- Se melhorar estraga.
Ele era um gerente especial pois seus garçons o seguiam de restaurante em restaurante apenas pelas suas atitudes.
Ele era um motivador nato. Se um colaborador estava tendo um dia ruim, João estava sempre dizendo como ver o lado positivo da situação.
Fiquei tão curioso com seu estilo de vida que um dia lhe perguntei:
- Você não pode ser uma pessoa tão positiva todo o tempo. Como você faz isso?
Ele me respondeu:
- A cada manhã ao acordar digo para mim mesmo, João, você tem duas escolhas hoje.
Pode ficar de bom humor ou de mau humor. Eu escolho ficar de bom humor.
Cada vez que algo de ruim acontece, posso escolher bancar a vítima ou aprender alguma coisa com o ocorrido.
Eu escolho aprender algo.Toda vez que alguém reclamar, posso escolher aceitar a reclamação ou mostrar o lado positivo da vida.
- Certo, mas não é fácil, argumentei.
- É fácil, disse-me João. A vida é feita de escolhas. Quando você examina a fundo, toda a situação sempre há uma escolha.
Você escolhe como reagir às situações. Você escolhe como as pessoas afetarão o seu humor. É sua a escolha de como viver a sua vida.
Eu pensei sobre o que João disse, e sempre lembrava dele quando fazia uma escolha.
Anos mais tarde soube que João cometera um erro, deixando a porta de serviço aberta pela manhã, foi rendido por assaltantes.
Dominado, enquanto tentava abrir o cofre, sua mão, tremendo pelo nervosismo, desfez a combinação do segredo.
Os ladrões entraram em pânico e atiraram nele.Por sorte ele foi encontrado a tempo de ser socorrido e levado para um hospital.
Depois de 18 horas de cirurgia e semanas de tratamento intensivo, teve alta ainda com fragmentos de balas alojadas em seu corpo.
Encontrei João mais ou menos por acaso. Quando lhe perguntei como estava, respondeu:
- Se melhorar estraga.Contou-me o que havia acontecido perguntando:
- Quer ver minhas cicatrizes?Recusei ver seus antigos ferimentos, mas perguntei-lhe o que havia passado em sua mente na ocasião do assalto.
- A primeira coisa que pensei foi que deveria ter trancado a porta de trás, respondeu. Então deitado no chão, ensangüentado, lembrei que tinha duas escolhas: poderia viver ou morrer. Escolhi viver.
- Você não estava com medo?, Perguntei.
- Os paramédicos foram ótimos. Eles me diziam que tudo ia dar certo e que eu ia ficar bom.
Mas quando entrei na sala de emergência e vi a expressão dos médicos e enfermeiras, fiquei apavorado.
Em seus lábios eu lia: "esse ai já era".
Decidi então que tinha que fazer algo.
- O que fez?, Perguntei.
- Bem, havia uma enfermeira que fazia muitas perguntas. Perguntou-me se eu era alérgico a alguma coisa.
Eu respondi: "sim".
Todos pararam para ouvir a minha resposta:Tomei fôlego e gritei:
"Sou alérgico a balas!" Entre as risadas lhes disse:
"Eu estou escolhendo viver, operem-me como um ser vivo, não morto."
João sobreviveu graças à persistência dos médicos, mas também graças a sua atitude.
Aprendi que todo dia temos a opção de viver plenamente.
Afinal de contas, "ATITUDE É TUDO" .


http://www.mulhervirtual.com.br

sábado, 30 de maio de 2009

APRENDI...


«Aos...
"5 anos aprendi que os peixinhos do aquário não gostam de gelatina;
6 anos aprendi que não dá para esconder brócolis no copo de leite;
9 anos aprendi que a professora só me chama quando não sei a resposta;
11 anos aprendi que os meus amigos me metem sempre em confusões;
13 anos aprendi que quando o meu quarto fica como quero, a minha mãe manda-me arrumá-lo;
16 anos aprendi que não devo descarregar as frustrações no irmão mais novo... O meu pai tem frustrações maiores e mãos mais pesadas;
20 anos aprendi que as ações, mesmo que de um instante, se reflectem para toda a vida;
25 anos aprendi que não devo elogiar a comida da minha mulher á frente da minha mãe ou vicie-versa;
30 anos aprendi que os casais que não têm filhos acham sempre que sabem educar melhor que nós;
35 anos aprendi que quando finalmente eu e a minha mulher temos uma noite sem as crianças, passamos a maior parte da noite a pensar e falar delas;
40 anos aprendi que não cometo tantos erros com a boca fechada;
42 anos aprendi que a minha mulher gosta de flores. Especialmente se forem dadas sem motivo ou data especial, mas de surpresa;
45 anos aprendi que a altura em que precisava de férias é precisamente a altura em que volto delas;
47 anos aprendi a ver que a minha mulher me ama quando sobram dois bolinhos e ela escolhe o mais pequeno;
48 anos aprendi que basta um cartão com uma mensagem de amor para sentir que o dia valeu a pena;
50 anos aprendi que a qualidade do serviço num Hotel é diretamente proporcional á espessura das toalhas que eles colocam para o banho;
51 anos aprendi que netos e avós são aliados naturais;
54 anos aprendi que o objeto mais importante do escritório é o balde do lixo;
63 anos aprendi que grande parte das coisas que nos preocupam nunca chegam a acontecer;
66 anos aprendi que há pessoas que só dizem que dinheiro vale pouco porque têm bastante;
68 anos aprendi que se tivesse esperado pela reforma para ter tempo para a família, teria esperado demasiado;
72 anos aprendi que quando as coisas vão mal, eu não tenho que ir com elas;
85 anos aprendi que deveria ter amado mais a minha mulher;
90 anos aprendi que teria tanto a aprender..."

HÁ AMORES ASSIM





Há amores assim
Que nunca têm início
Muito menos têm fim
Na esquina de uma rua
Ou num banco de jardim
Quando menos esperamos
Há amores assim

Não demores tanto assim
Enquanto espero o céu azul
Cai a chuva sobre mim
Não me importo com mais nada
Se és direito ou o avesso
Se tu fores o meu final
Eu serei o teu começo

Não vou ganhar
Nem perder
Nem me lamentar
Estou pronta a saltar
De cabeça contra o mar

Je t'aime je t'adore
Um amor nunca se escolhe
Mas sei que vais reparar em mim
Yo te quiero tanto
E converso com o meu santo
Eu rezo e até peço em latim

Há amores assim
Que nunca têm início
Muito menos têm fim
Na esquina de uma rua
Ou num banco de jardim
Quando menos esperamos
Há amores assim

Não vou medir
Nem julgar
Eu quero arriscar
Tenho encontro marcado
Sem tempo nem lugar

Je t'aime je t'adore
Um amor nunca se escolhe
Mas sei que vais reparar em mim
Yo te quiero tanto
E converso com o meu santo
Eu rezo e até peço em latim

Je t'aime je t'adore
Um amor nunca se escolhe
Mas sei que vais reparar em mim
Yo te quiero tanto
E converso com o meu santo
Eu rezo e até peço em latim

Não demores tanto assim
Enquanto espero o céu azul
Cai a chuva sobre mim
Não me importo com mais nada
Se és direito ou o avesso
Se tu fores o meu final
Eu serei o teu começo

Quando te encontrar sei que tudo se iluminará
Reconhecerei em ti meu amor, a minha eternidade
É que na verdade a saudade já me invade
Mesmo antes de te alcançar
É a sede que me mata
Ao sentir o rio abraçar o mar

Je t'aime je t'adore
Um amor nunca se escolhe
Mas sei que vais reparar em mim
Yo te quiero tanto
E converso com o meu santo
Eu rezo e até peço em latim

Sem lágrima caída
Sou dona da minha vida
Sem nada mais nada
De bem com a vida

Donna Maria

Composição: Indisponível



24 TOQUES PARA SER FELIZ


1..Seja ético.

A vitória que vale a pena é a que aumenta sua dignidade e reafirma valores profundos. Pisar nos outros para subir desperta o desejo de vingança.

2.. Estude sempre muito.

A glória pertence aqueles que têm um trabalho especial para oferecer.

3.. Acredite sempre no amor.

Não fomos feitos para a solidão. Se você está sofrendo por amor, está com a pessoa errada ou amando de uma forma ruim para você. Caso tenha se separado, curta a dor, mas se abra para outro amor.

4.. Seja grato(a) a quem participa de suas conquistas.

O verdadeiro campeão sabe que as vitórias são alimentas pelo trabalho em equipe. Agradecer é a melhor maneira de deixar os outros motivados.

5.. Eleve suas expectativas.

Pessoas com sonhos grandes obtêm energia para crescer. Os perdedores dizem "isso não é para nós". Os vencedores pensam em como realizar seu objetivo.

6.. Curta muito a sua companhia.

Casamento da certo para quem não é dependente. Aprenda a viver feliz mesmo sem homem/mulher ao lado. Se não tiver com que ir ao cinema, vá com a pessoa mais fascinante: VOCÊ!

7.. Tenha metas claras.

A história da humanidade é cheia de vidas desperdiçadas, amores que não geram relações enriquecedoras, talentos que não levam carreiras ao sucesso,etc. Ter objetivos evita desperdícios de tempo, energia e dinheiro.

8.. Cuide bem do seu corpo.

Alimentação, sono e exercício, são fundamentais para uma vida saudável.Seu corpo é seu templo. Gostar da gente deixa as portas abertas para os outros gostarem também.

9.. Declare o seu amor.

Cada vez mais devemos exercer o nosso direito de buscar o que queremos(sobretudo no amor). Mas atenção elegância e bom senso são fundamentais.

10.. Amplie os seus relacionamentos profissionais.

Os amigos são a melhor referência em crises e a melhor fonte de oportunidade na expansão. Ter bons contatos é essencial em momentos decisivos.

11.. Seja simples.

Retire de sua vida tudo que lhe dá trabalho e preocupação desnecessárias.

12.. Não imite o modelo masculino de sucesso.

Os homens fizeram sucesso a custa de solidão e da restrição aos sentimentos. O preço tem sido alto infartos e suicídios. Sem dúvida, temos mais a aprender com as mulheres do que elas conosco. Preserve a sensibilidade feminina - é mais natural e mais criativa.

13.. Tenha um orientador.

Viver sem é decidir na neblina, sabendo que o resultado só será conhecido, quando pouco resta a fazer. Procure alguém de confiança, de preferência mais experiente e mais bem sucedido, para lhe orientar nas decisões, caso precise.

14.. Jogue fora o vício da preocupação.

Viver tenso e estressado está virando moda. Parece que ser competente e estar de bem com a vida são coisas incompatíveis. Bobagem... Defina suas metas, conquiste-as e deixe as neuras para quem gosta delas.

15.. O amor é um jogo cooperativo.

Se vocês estão juntos é para jogar no mesmo time.

16.. Tenha amigos vencedores.

Aproxime-se de pessoas com alegria de viver.

17.. Diga adeus a quem não o(a) merece.

Alimentar relacionamentos, que só trazem sofrimento é masoquismo, é atrapalhar sua vida. Não gaste vela com seu defunto. Se estiver com um marido/mulher que não esteja compartilhando, empreste, venda, alugue,doe... e deixe o espaço livre para um novo amor.

18.. Resolva!

A mulher/homem do milênio vai limpar a sua vida as situações e os problemas desnecessários.

19.. Aceite o ritmo do amor.

Assim como ninguém vai empolgadíssimo todos os dias para o trabalho,ninguém está sempre no auge da paixão. Cobrar de si e do outro viver nasnuvens é o começo de muita frustração.

20.. Celebre as vitórias.

Compartilhe o sucesso, mesmo as pequenas conquistas, com pessoas queridas. Grite, chore, encha-se se energia para os desafios seguintes.

21.. Perdoe!

Se você quer continuar com uma pessoa, enterre o passado para viver feliz. Se todo mundo erra, a gente também.

22.. Arrisque!

O amor não é para covardes. Quem fica a noite em casa sozinho, só terá que decidir que pizza pedir. E o único risco será o de engordar.

23.. Tenha uma vida espiritual.

Conversar com Deus é o máximo, especialmente para agradecer. Reze antes de dormir. Faz bem ao sono e a alma. Oração e meditação são fontes de inspiração.

24.. Muita paz, harmonia e amor... Sempre!

quarta-feira, 27 de maio de 2009

EDUCAÇÃO NO TEMPO DE SALAZAR

Frases retiradas de revistas femininas da década de 50 e 60



*Não se deve irritar o homem com ciúmes e dúvidas.Jornal das Moças, 1957



*Se desconfiar da infidelidade do marido, a esposa deve redobrar seu carinho e provas de afecto.Revista Cláudia, 1962



*A desarrumação numa casa de banho desperta no marido a vontade de ir tomar banho fora de casa.Jornal das Moças, 1965



*A mulher deve fazer o marido descansar nas horas vagas. Nada de incomodá-lo com serviços domésticos.Jornal das Moças, 1959



*Se o seu marido fuma, não arranje zanga pelo simples facto de cair cinzas nos tapetes. Tenha cinzeiros espalhados por toda casa.Jornal das Moças, 1957



*A mulher deve estar ciente que dificilmente um homem pode perdoar a uma mulher que não tenha resistido a experiências pré nupciais, mostrando que era perfeita e única, exactamente como ele a idealizara.Revista Cláudia, 1962



*Mesmo que um homem consiga divertir-se com sua namorada ou noiva, na verdade ele não irá gostar de ver que ela cedeu.Revista Querida, 1954.



*O noivado longo é um perigo.Revista Querida, 1953



*É fundamental manter sempre a aparência impecável diante do marido.Jornal das Moças, 1957



*E para finalizar, a mais de todas:O LUGAR DA MULHER É NO LAR. O TRABALHO FORA DE CASA MASCULINIZA.Revista Querida, 1955


****A CONCLUSÃO A QUE TODOS OS HOMENS CHEGAM:Já não se fazem mais revistas didácticas e carregadas de moral e amor como antigamente …

QUANDO ME AMEI DE VERDADE




Quando me amei de verdade, compreendi que em qualquer circunstância,eu estava no lugar certo, na hora certa, no momento exato.
E, então, pude relaxar.Hoje sei que isso tem nome…* Auto-estima*.
Quando me amei de verdade, pude perceber que a minha angústia, meu sofrimento emocional, não passa de um sinal de que estou indo contra as minhas verdades.Hoje sei que isso é…* Autenticidade*.
Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.Hoje chamo isso de…*Amadurecimento*.
Quando me amei de verdade, comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma situação ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo, mesmo sabendo que não é o momento ou a pessoa não está preparada, inclusive eu mesmo.Hoje sei que o nome disso é…* Respeito*.
Quando me amei de verdade, comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável…Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo.De início, minha razão chamou essa atitude de egoísmo.Hoje sei que se chama…* Amor próprio*.
Quando me amei de verdade, deixei de temer meu tempo livre e desisti de fazer grandes planos, abandonei os projetos megalômanos de futuro.Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero e no meu próprio ritmo.Hoje sei que isso é…* Simplicidade*.
Quando me amei de verdade, desisti de querer ter sempre razão e, com isso, errei muito menos vezes.Hoje descobri a…* Humildade*.
Quando me amei de verdade, desisti de ficar revivendo o passado e de me preocupar com o Futuro.Agora, me mantenho no presente, que é onde a vida acontece.Hoje vivo um dia de cada vez. Isso é…* Plenitude*.
Quando me amei de verdade, percebi que a minha mente pode me atormentar e me decepcionar. Mas quando eu a coloco a serviço do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada.
Tudo isso é… Saber viver!!!




CHARLES CHAPLIN

MANIAS



Dentre as manias que eu tenho
uma é gostar de você
Mania é coisa que a gente tem mas não sabe porque
Mania de querer bem, às vezes de falar mal
Mania de não deitar sem antes ler o jornal
De só entrar no chuveiro cantando a mesma canção
De só pedir o cinzeiro depois da cinza no chão
Eu tenho várias manias, delas não faço segredo
Quem pode ver tinta fresca sem logo passar o dedo
De contar sempre aumentado tudo o que diz ou que fez
De guardar fósforo usado dentro da caixa outra vez
Mania é coisa que a gente tem mas não saber porque
Dentre as manias que eu tenho uma é gostar de você......


NELSON GONÇALVES

segunda-feira, 25 de maio de 2009

RECOMEÇAR


Não importa onde você parou,em que momento da vida você cansou,o que importa é que sempre é possível e necessário "Recomeçar".

Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo.É renovar as esperanças na vida e o mais importante:acreditar em você de novo.

Sofreu muito nesse período?Foi aprendizado.

Chorou muito?Foi limpeza da alma.

Ficou com raiva das pessoas?Foi para perdoá-las um dia.

Sentiu-se só por diversas vezes?É por que fechaste a porta até para os outros.

Acreditou que tudo estava perdido?Era o início da tua melhora.

Pois é!Agora é hora de iniciar,de pensar na luz,de encontrar prazer nas coisas simples de novo.

Que tal um novo emprego?Uma nova profissão?Um corte de cabelo arrojado, diferente?Um novo curso,ou aquele velho desejo de apender a pintar,desenhar,dominar o computador,ou qualquer outra coisa?

Olha quanto desafio.Quanta coisa nova nesse mundão de meu Deus te esperando.

Tá se sentindo sozinho?Besteira!Tem tanta gente que você afastou com o seu "período de isolamento",tem tanta gente esperando apenas um sorriso teu para "chegar" perto de você.

Quando nos trancamos na tristeza nem nós mesmos nos suportamos.Ficamos horríveis.O mau humor vai comendo nosso fígado,até a boca ficar amarga.

Recomeçar!Hoje é um bom dia para começar novos desafios.

Onde você quer chegar?Ir alto.Sonhe alto,queira o melhor do melhor,queira coisas boas para a vida.

Pensamentos assim trazem para nós aquilo que desejamos.

Se pensarmos pequeno,coisas pequenas teremos.

Já se desejarmos fortemente o melhor e principalmente lutarmos pelo melhor,o melhor vai se instalar na nossa vida.

E é hoje o dia da Faxina Mental.

Joga fora tudo que te prende ao passado,ao mundinho de coisas tristes,fotos,peças de roupa,papel de bala,ingressos de cinema,bilhetes de viagens,e toda aquela tranqueira que guardamos quando nos julgamos apaixonados.

Jogue tudo fora.Mas, principalmente,esvazie seu coração.

Fique pronto para a vida,para um novo amor.

Lembre-se somos apaixonáveis,somos sempre capazes de amar muitas e muitas vezes.

Afinal de contas,nós somos o "Amor".

Paulo Roberto Gaefke




"Todos os dias, quando você acorda
e abre os olhos pela manhã,
você ganha o maior de todos
os prêmios já oferecido ao ser humano:
Você novamente inicia um novo dia...
Vamos viver esse dia que se inicia
com toda intensidade e otimismo..."
BJS...

domingo, 24 de maio de 2009

SAUDADES...



Saudades são águas passadas
que se acumulam em nossos corações,
inundam nossos pensamentos,
transbordam por nossos olhos,
deslizam em gotículas de lembranças
que porfim,
refletem sempre a imagem da pessoa ausente!...

LUZ EM TI


É um tesouro inigualável, teu somente.
Ninguém dispõe dele em teu lugar.
Nas horas mais difíceis, podes gastá-lo sem preocupação.
Quando alguém te fira, é capaz de revelar-te a grandeza da alma, no brilho do perdão.
No momento em que os seres mais queridos porventura te abandonem, será parte luminosa de tua bênção.
Ante os irmãos infelizes, é o teu cartão de paz e simpatia.
Nos empreendimentos que te digam respeito ao próprio interesse, converte-se em passaporte para a aquisição das vantagens que desejes usufruir.
No relacionamento comum, transforma-se na chave para a formação das amizades fiéis.
Na essência, é um investimento, a teu próprio favor,que realizas sem o menor prejuízo.
Esse tesouro é o teu sorriso, - luz de Deus em ti mesmo, - que nenhuma circunstância pode extinguir e que ninguémconsegue arrebatar.


MEIMEI

INFINDA DOR


No limbo da noite
ela chega sombria
pela réstia da luz me espreita
silente debruça-se
na janela da minha tristeza

Quieta se aproximame
despe rasga minha pele
adentra meu corpo
feito flor desabrocha
pétalas doridas dentro de mim

Na escuridão tênue
do meu silêncio dor funda
degusta minha paz
meu coração poeta grita
minha alma se agita

Dor incolor infinda
faz lágrima escarlatear
de feito fogo
densa encharca meu olhar
escorre por meus dedos

Dor machuca palavras
molha meus versos.
solidão me consome
faz minha alma solitária
viver só de poesia...


(Van Albuquerque)

sábado, 23 de maio de 2009

PARABÉNS AMIGA, VOCÊ MERECE!!!
SEU BLOG É UM LUXO!!!!!


PARA VIVER UM GRANDE AMOR



Para viver um grande amor,preciso é muita concentração e muito siso,muita seriedade e pouco riso- para viver um grande amor.

Para viver um grande amor,mister é ser um homem de uma só mulher;pois ser de muitas, pôxa ! é pra quem quer - não tem nenhum valor.

Para viver um grande amor,primeiro é preciso sagrar-se cavalheiroe ser de sua dama por inteiro- seja lá como for.

Há que fazer do corpo uma moradaonde clausure-se a mulher amadae postar-se de fora com uma espada- para viver um grande amor.

Para viver um grande amor direito,não basta apenas ser um bom sujeito;é preciso também ter muito peito- peito de remador.

É sempre necessário ter em vistaum crédito de rosas no florista- muito mais, muito mais que na modista !- para viver um grande amor.

Conta ponto saber fazer coisinhas :ovos mexidos, camarões, sopinhas,molhos, filés com fritas, comidinhas- para depois do amor.

E o que há de melhor que ir pra cozinhae preparar com amor uma galinhacom uma rica e gostosa farofinha,- para o seu grande amor ?

Para viver um grande amor é muito,muito importante viver sempre juntoe até ser, se possível, um só defunto- pra não morrer de dor.

É preciso um cuidado permanentenão só com o corpo mas também com a mente,pois qualquer "baixo" seu, a amada sente- e esfria um pouco o amor.

Há que ser bem cortês sem cortesia;doce e conciliador sem covardia;saber ganhar dinheiro com poesia- não ser um ganhador.

Mas tudo isso não adianta nada,se nesta selva escura e desvairadanão se souber achar a grande amada- para viver um grande amor .


Vinicius de Moraes

(Declamação de "viva-voz" do próprio poetinha camarada !)

PESQUISA MUNDIAL DA ONU



A ONU resolveu fazer uma grande pesquisa mundial.
A pergunta era:


" Por favor, diga honestamente, qual sua opinião sobre a escassez de alimentos no resto do mundo"


O resultado foi desastroso.
Foi um total fracasso.


Os europeus não entenderam o que é "escassez".


Os africanos não sabiam o que era "alimentos".


Os argentinos não sabiam o significado de "por favor".


Os norte americanos perguntaram o significado de "o resto do mundo".


Os cubanos estranharam e pediram maiores explicações sobre "opinião".


E o congresso brasileiro ainda está debatendo o que é "honestamente"...




RSRSRSRSRS.......SÓ PRÁ DESCONTRAIR.....

quinta-feira, 21 de maio de 2009

UMA DELICIOSA RECEITA DE VIDA



Jogue fora todos os números não essenciais para sua sobrevivência.


Isso inclui idade, peso e altura.


Deixe o médico se preocupar com eles.


Para isso ele é pago.


Freqüentemente dê preferência a seus amigos alegres.


Os "baixo astrais" puxam você para baixo.


Continue aprendendo.


Aprenda mais sobre computador, artesanato, jardinagem, qualquer coisa.


Não deixe seu cérebro desocupado.


Uma mente sem uso é a oficina do diabo. E o nome do diabo é Alzheimer.


Curta coisas simples. Ria sempre, muito e alto. Ria até perder o fôlego.


Lágrimas acontecem. Agüente, sofra e siga em frente.


A única pessoa que acompanha você a vida toda é VOCÊ mesmo.


Esteja VIVO, enquanto você viver.


Esteja sempre rodeado daquilo que você gosta:


pode ser família, animais, lembranças, música, plantas, um hobby, o que for.


Seu lar é o seu refúgio.


Aproveite sua saúde.


Se for boa, preserve-a.


Se está instável, melhore-a.


Se está abaixo desse nível, peça ajuda.


Não faça viagens de remorsos.


Viaje para o shopping, para cidade vizinha, para um país estrangeiro,


mas não faça viagens ao passado.


Diga a quem você ama, que você realmente os ama, em todas as oportunidades.


LEMBRE-SE SEMPRE QUE:


A vida não é medida pelo número de vezes que você respirou,


mas pelos momentos em que você perdeu o fôlego...


de tanto rir... de surpresa... de êxtase... de felicidade...


DONA CACILDA - 92 ANOS!!!




terça-feira, 19 de maio de 2009

DAS VANTAGENS DE SER BOBO


O bobo, por não se ocupar com ambições, tem tempo para ver, ouvir, tocar no mundo.

O bobo é capaz de ficar sentado quase sem se mexer por duas horas.

Se perguntadopor que não faz alguma coisa, responde:

"Estou fazendo, estou pensando”.

Ser bobo às vezes oferece um mundo de saída porque os espertos só se lembram desair por meio da esperteza, e o bobo tem originalidade, espontaneamente lhe vem a idéia.

O bobo tem oportunidade de ver coisas que os espertos não vêem.

Os espertos estão sempre tão atentos às espertezas alheias que se descontraem diante dos bobos, e estes os vêem como simples pessoas humanas.

O bobo ganha utilidade e sabedoria para viver.

O bobo parece nunca ter tido vez.

No entanto, muitas vezes, o bobo é um Dostoievski.

Há desvantagem, obviamente.

Uma boba, por exemplo, confiou na palavra de um desconhecido para a compra de um ar refrigerado de segunda mão: ele disse que o aparelho era novo, praticamente sem uso porque se mudara para a Gávea onde é fresco.

Vai a boba e compra o aparelho sem vê-lo sequer.

Resultado: não funciona.

Chamado um técnico, a opinião deste era que o aparelho estava tão estragado que o concerto seria caríssimo: mais vale comprar outro.

Mas, em contrapartida, a vantagem de ser bobo é ter boa-fé, não desconfiar, e, portanto estar tranqüilo.

Enquanto o esperto não dorme à noite com medo de ser ludibriado.

O esperto vence com úlcera no estômago.

O bobo não percebe que venceu.

Aviso: não confundir bobos com burros.

Desvantagem: pode receber uma punhalada de quem menos espera.

É uma das tristezas que o bobo não prevê.

César terminou dizendo a célebre frase: "Até tu, Brutus?"

Bobo não reclama.

Em compensação, como exclama!

Os bobos, com todas as suas palhaçadas, devem estar todos no céu.

Se Cristo tivesse sido esperto não teria morrido na cruz.

O bobo é sempre tão simpático que há espertos que se fazem passar por bobos.

Os espertos ganham dos outros.

Em compensação, os bobos ganham a vida.

Bem-aventurados os bobos porque sabem sem que ninguém desconfie.

Aliás,não se importam que saibam que eles sabem.

Há lugares que facilitam mais as pessoas serem bobas (não confundir bobo com burro,com tolo, com fútil). Minas Gerais, por exemplo, facilita ser bobo.

Ah, quantos perdempor não nascer em Minas!

Bobo é Chagall, que põe vaca no espaço, voando por cima das casas.

É quase impossível evitar excesso de amor que o bobo provoca.

É que só o bobo é capaz de excesso de amor.

E só o amor faz o bobo.


CLARICE LISPECTOR

domingo, 17 de maio de 2009

CASADOS, MAS ETERNOS NAMORADOS




Certa vez, ouvindo uma palestra sobre casamento, o preletor exemplificou o tema com a seguinte história:

“Um casal há muito havia perdido o romantismo entre eles.
Então, o marido, em uma atitude ousada, chegou em casa e disse à sua esposa:

‘Querida, amanhã trarei à nossa casa um convidado muito especial. Quero que você vista a sua melhor roupa. Quero, também, que deixe a nossa casa um brinco. E não se esqueça de preparar uma comida bem especial’.


No dia seguinte, a mulher, apressadamente, arrumou toda a casa, deixando-a completamente limpa e cheirosa. Preparou uma comida bem saborosa.

Logo depois se preparou, vestindo a sua melhor roupa.
Enfim, ela estava linda!


No horário marcado, o marido chegou e tocou a campainha.
Ela, com os olhos brilhando, foi logo abrir a porta para ver quem era o tal convidado.
Porém, teve uma surpresa: do lado de fora estava somente o seu marido. Ela foi logo perguntando:
‘Onde está o tal convidado? Fiz tudo o que você pediu para nada? Ele não veio?’


O marido abaixou a cabeça e entristecido disse:
‘O convidado especial sou eu, meu bem! Ou não significo mais nada para você? Veja quanto tempo estamos casados e você nunca mais se arrumou assim para mim e nem mais preparou um prato especial para me esperar?’


Naquele instante, o silêncio pairou entre os dois e os olhares de um para outro diziam mais que palavras.”


Esta é uma história bem simples, porém significativa e nos deixa uma grande lição: o cuidado mútuo entre os cônjuges deve ser cultivado a cada dia.

Quantos casais não sabem mais o que é namorar ou o que é sair de mãos dadas? Parece papo de pré-adolescentes apaixonados. Não, não mesmo.

E se engana quem pensa assim, pois o romantismo não é privilégio restrito aos casais mais jovens, pois cada idade tem o seu esplendor e o coração jamais envelhece.


O romantismo é um dos pilares de sustentação do casamento, que, infelizmente, há muito vem sendo negligenciado.

É triste dizer, mas o que mais vemos hoje são casamentos de “fachada”, aqueles que mostram uma felicidade aparente para a sociedade, entretanto, entre quatro paredes, o clima entre o casal é outro.


É interessante observar que no período de namoro é fácil colocar o romantismo em prática.

Presentes pra lá e pra cá, elogios, bilhetinhos e cartas de amor, palavras de incentivo, demonstrações de carinho e afeto.


No entanto, depois de casados, muitos casais parecem desaprender as diversas linguagens do amor.

Começam as cobranças, as trocas de ofensas, as irritações constantes por causa de pouca coisa.


O romantismo cede espaço para o desgaste do relacionamento.

Com o tempo, marido e mulher perdem o desejo um pelo outro.

Assim como este marido da história teve a idéia de surpreender a sua esposa, fazendo-a refletir sobre o que estava acontecendo entre eles, da mesma forma precisamos ter força de vontade para investir no casamento.


Há quanto tempo você não diz “Eu te amo” para o seu cônjuge?

Talvez, nos últimos anos, você tenha se dedicado mais a outras coisas como trabalho, amizades, jogar bola, sair sempre sozinho e, principalmente, subtraindo o tempo que você teria para dialogar com seu cônjuge e filhos pelas infinitas horas em frente à TV.


Um bom diálogo também faz parte do romantismo.
Em seu artigo “Nossa casa: lar ou pensão?”, da Revista Lar Cristão (Vol. 1, Nº 4), Willian Féres, que além de médico endocrinologista atua, com sua esposa, Rute Nery Féres, na área de casais, fala da comunicação entre os cônjuges:

“Um bom parâmetro para saber como está a comunicação, é verificar se você pode chamar sua esposa e filhos de amigos”.

Nesse caso, o autor se referiu aos maridos. Porém, a frase também serve para as esposas.


Não importa o mau tempo e nem o passar dos anos.

Em Deus tudo se renova.

O romantismo independe de uma data especial para ser colocado em prática. Por isso, transforme o seu “Dia do Nada” em uma data para lá de especial.

Curta o seu cônjuge.

Os resultados serão surpreendentes.

Experimente!


Por Ana Paula Costa


Site:lagoinha.com

quarta-feira, 13 de maio de 2009

PARADOXO DO NOSSO TEMPO



Nós bebemos demais, gastamos sem critérios.
Dirigimos rápido demais, ficamos acordados até muito mais tarde,
acordamos muito cansados, lemos muito pouco, assistimos TV demais
e raramente estamos com Deus.
Multiplicamos nossos bens, mas reduzimos nossos valores.
Nós falamos demais, amamos raramente, odiamos freqüentemente.
Aprendemos a sobreviver, mas não a viver;
adicionamos anos à nossa vida e não vida aos nossos anos.
Fomos e voltamos à Lua, mas temos dificuldade em cruzar a rua e encontrar um novo vizinho.
Conquistamos o espaço, mas não o nosso próprio.
Fizemos muitas coisas maiores, mas pouquíssimas melhores.
Limpamos o ar, mas poluímos a alma;
dominamos o átomo,mas não nosso preconceito;
escrevemos mais, mas aprendemos menos;
planejamos mais, mas realizamos menos.
Aprendemos a nos apressar e não, a esperar.
Construímos mais computadores para armazenar maisinformação,
produzir mais cópias do que nunca, mas noscomunicamos cada vez menos.
Estamos na era do 'fast-food' e da digestão lenta;
do homem grande, de caráter pequeno;
lucros acentuados e relações vazias.
Essa é a era de dois empregos, vários divórcios, casas chiques e lares despedaçados.
Essa é a era das viagens rápidas, fraldas e moral descartáveis,
das rapidinhas, dos cérebros ocos e das pílulas 'mágicas'.
Um momento de muita coisa na vitrine e muito pouco na dispensa.
Uma era que leva essa carta a você, e uma era que te permite dividir essa reflexão
ou simplesmente clicar 'delete'.


-- George Carlin


***********************************************
Lembre-se de passar tempo com as pessoas que ama,
pois elas não estarão aqui para sempre.

Lembre-se dar um abraço carinhoso em seus pais, num amigo,
pois não lhe custa um centavo sequer.

Lembre-se de dizer 'eu te amo' à sua companheira(o) e às pessoas que ama,
mas, em primeiro lugar, se ame...se ame muito.

Um beijo e um abraço curam a dor, quando vêm de lá de dentro.
Por isso, valorize sua familia e as pessoas que estão ao seu lado, sempre!



FIQUE EM PAZ!!!!

UM BONITO CONTO DE PAULO COELHO



Um homem, o seu cavalo e o seu cão iam por um caminho.


Quando passavam perto de uma árvore enorme, caiu um raio e os três morreram fulminados.


Mas o homem não se deu conta de que já tinha abandonado este mundo, e prosseguiu o seu caminho com os seus dois animais (às vezes os mortos andam um certo tempo antes de tomarem consciência da sua nova condição…)


O caminho era muito comprido e, colina acima, o Sol estava muito intenso; eles estavam suados e sedentos.


Numa curva do caminho viram um magnífico portal de mármore, que conduzia a uma praça pavimentada com portais de ouro.


O caminhante dirigiu-se ao homem que guardava a entrada e travou com ele, o seguinte diálogo:


- Bons dias.


- Bons dias – Respondeu o guardião.


- Como se chama este lugar tão bonito?


- Aqui é o céu.


- Que bom termos chegado ao Céu, porque estamos sedentos!


- Você pode entrar e beber quanta água queira. E o guardião apontou a fonte.


- Mas o meu cavalo e o meu cão também têm sede...


- Sinto muito – disse o guardião – mas aqui não é permitida a entrada de animais.


O homem levantou-se com grande desgosto, visto que tinha muitíssima sede, mas não pensava em beber sozinho


.Agradeceu ao guardião e seguiu adiante.


Depois de caminhar um bom pedaço de tempo encosta acima, já exaustos os três, chegaram a um outro sítio, cuja entrada estava assinalada por uma porta velha que dava para um caminho de terra ladeado por árvores...


À sombra de uma das árvores estava deitado um homem, com a cabeça tapada por um chapéu. Dormia, provavelmente.


- Bons dias – disse o caminhante.


O homem respondeu com um aceno.


- Temos muita sede, o meu cavalo, o meu cão e eu.


- Há uma fonte no meio daquelas rochas – disse o homem apontando o lugar.


- Podeis beber toda a água que quiserdes.


O homem, o cavalo e o cão foram até à fonte e mataram a sua sede.


O caminhante voltou atrás, para agradecer ao homem.


- Podeis voltar sempre que quiserdes – respondeu este.


- A propósito, como se chama este lugar? – perguntou o caminhante.


- CÉU.


- O Céu? Mas, o guardião do portão de mármore disse-me que ali é que era o Céu!


- Ali não é o Céu, é o inferno – contradisse o guardião.


O caminhante ficou perplexo.


- Deverias proibir que utilizem o vosso nome!


Essa informação falsa deve provocar grandes confusões! – advertiu o caminhante.


- De modo nenhum! – respondeu o guardião – na realidade, fazem-nos um grande favor, porque ficam ali todos os que são capazes de abandonar os seus melhores amigos…


*******************************************************************
Jamais abandones os teus verdadeiros Amigos, ainda que isso te traga inconvenientes pessoais.
Se eles vêem dar o seu amor e companhia, ficas em dívida para com eles:
Fazer um Amigo é uma Graça.
Ter um Amigo é um Dom.
Conservar um Amigo é uma Virtude.


Paulo Coelho.

Previne-te contra a angústia.

Esta tristeza molesta, insidiosa, contínua, arrasta-te a estado perturbador.

Essa insatisfação injustificável, perseverante, penosa, conduz-te a desequilíbrio imprevisível.

Aquela mágoa que conservas, vitalizada pela revolta sem lógica, impele-te a desajuste insano.

Isso que te assoma em forma de melancolia, que aceitas, empurra-te a abismo sem fundo.

Isso que aflora com freqüência, instalando nas tuas paisagens mentais de pressão constante, representa o surgimento de problema grave.

Aquilo que remóis, propiciando-te dor e mal-estar, impele-te a estados infelizes, que te atormentam.

A angústia possui gêneses. Várias.

Procede de erros que se encontram fixados no ser desde a reencarnação anterior, como matriz que aceita motivos verdadeiros ou não, para dominar quem deveria envidar esforços por aplainar e vencer as imposições negativas e as compulsões torpes.

Realmente, não há motivos que justifiquem os estados de angústia.

A angústia entorpece os centros mentais do discernimentos e desarticula os mecanismos nervosos, transformando-se em fator positivo de alienações.

Afeta o psiquismo, o corpo e a vida, enfermando o espírito.

Rechaça a angústia, pondo sol nas tuas sombras-problemas.

Não passes recibo aos áulicos da melancolia e dispersa com a prece as mancomunações que produzem angústia.Fomenta a paz, que á antídoto da angústia.

Exercita a mente nos pensamentos otimistas e cultiva a esperança.

Trabalha com desinteresse, fazendo pelo próximo o que dizes dele não receber.

A paz é fruto que surge em momento próprio, após a germinação e desenvolvimento do bem no coração.

Jamais duvides do amor de Deus.

Fixado no propósito de crescimento espiritual, transfere para depois o que não logres agora, agindo com segurança.

Toda angústia dilui-se na água corrente da paz.


Joana de Ângelis

terça-feira, 12 de maio de 2009

A FADA IRLANDESA DO SEXO




2. Gentilmente, fazer amor reduz as chances de sofrer dermatites, rachaduras e manchas de pele.O suor produz limpeza dos poros e faz sua pele brilhar.
3. Fazer amor faz queimar aquelas calorias acumuladas durante o jantar romântico.
4. Sexo, sem dúvida, um dos esportes mais seguros que se possa imaginar. Alonga os membros e tonifica todos os músculos do corpo. Muito mais agradável do que nadar 20 vezes na piscina, ou correr 20 quadras, e ainda não se precisa de sapatos especiais!
5. Sexo, a cura instantânea para a 'fossa'. Sexo produz endorfina nas veias arteriais produzindo um senso de euforia e dando a você um sentir de 'bem com a vida'.
6. Quanto mais sexo você tem, tanto mais você pode oferecer. O corpo sexualmente ativo exala grandes quantidades de químicos chamados 'feromônios'. Estes sutis perfumes sexuais deixam o sexo oposto louco!
7 . Sexo, o tranquilizante mais seguro do mundo, 10 VEZES MAIS EFETIVO DO QUE O VALIUM!
8. Beijar cada dia faz evitar idas ao dentista. Beijar encoraja a saliva a mover a comida dos dentes e abaixa o nível de acidez bucal que causa a cárie, prevenindo o acúmulo da placa.
9. Sexo na realidade acaba com a enxaqueca. Uma boa sessão de amor pode exterminar as tensões que bloqueiam os vazos sangüíneos do cérebro!
10. Muitas sessões de amor podem aliviar nariz entupido. Sexo, um anti-istamínico eficaz. Pode ajudar no combate à asma e nas febres alérgicas.